A idéia da instituição da Biblioteca Castanheiras, foi concebida por ocasião da confraternização de Natal, em 18 de Dezembro de 2005, com a presença de todos os  colaboradores Castanheiras e familiares na fazenda Castanheiras.                                         Texto em
   Eis que já se passaram  13 anos do inicio de tal atividade ! VIDE abaixo a atividade HIDROTERAPIA ( Kneipp ) - Portugues
..
...

  
Escritorio e Biblioteca A
Adveio da constatação da dificuldade encontrada por alguns adolescentes em se comunicarem por escrito,  com o Papai Noel.                     Mencionada a idéia da iniciativa, prontamente, todos colaboradores na fazenda e escritório se empenharam em preparar local e estantes apropriados para os livros, como também, formulários e registros para o controle apropriado da pequena biblioteca.
Esta teve por finalidade, disponibilizar para leitura, livros, a familiares e colaboradores na Fazenda, escritório e visitantes inclusive ocupantes dos Chalés de visitantes. Constitui incentivo a todos em, além da recreação, ampliarem seus horizontes e aprimorarem ortografia, redação e conhecimentos gerais, úteis na comunicação.
   Os livros encontrados nas estantes foram inicialmente doados pelos sócios e amigos da empresa simpatizantes com a ideia do aprimoramento e... alfabetização.
Foi escolhida uma frase numa campanha em favor da leitura:
O Homem que lê Vale Mais    Por quê ? É simples:

Ao ler você exercita o seu cérebro, além de apreender ortografia (escrita) correta e ademais fica mais bem informado. Desenvolverá sua criatividade e melhorará suas aptidões, particularmente em transmitir aos  outros, os conhecimentos adquiridos.


A Literatura nos permite aprender sobre a nossa cultura, origens e tradições como também dos outros povos, além de podermos compreender os rumos da história, Religião, Geografia, ciência, tecnologia, etc.
          Você poderá conhecer outros países e cidades, através da leitura, sem sair de casa.
Tardes da leitura - Calendarios Temas-2015
 Relação livros disponíveis - 2013
Inicio
..
Se algum dia você tiver oportunidade de visitar locais sobre os quais você leu, sentirá uma satisfação especial : teve consciência de fatos sobre regiões e cultura, mesmo antes de viajar !
O que devemos ler? Muitas leituras são interessantes: jornais, revistas, crônicas, etc.., mas nada se compara a um bom livro, inclusive a Bíblia. Você vivenciará na leitura a história, como se fosse um filme reproduzido em sua mente, com começo e fim, tendo o privilégio de poder voltar a lê-lo, tantas vezes quantas forem necessárias, até alcançar sua  plena compreensão,
após a reflexão madura a respeito.
                                                       O livro poderá ser realmente um bom amigo e conselheiro.
Portanto, antes de ligar a televisão, pense ! Arme-se de coragem e lute para tornar-se mais valioso.
 Nem tudo que é cômodo contribui para a sua melhora, crescimento e valorização.

Lembre-se sempre, que: Ao ligar a televisão, você desliga a sua mente.

ATENÇÃO:         Cuide bem do livro cedido, a fim de que este possa vir a ser útil a muitos leitores no futuro.

Meus amigos: "Reduzam ao mínimo o seu tempo na televisão, e leiam, leiam muito, até virem a adormecer, cansados, sobre o livro. E sendo sábios e esforçados, com trabalho sério e responsável poderão contribuir para a "Ordem e Progresso"    de nossa pátria !

Observe com atenção as instruções dos bibliotecários  de plantão.

Os participantes praticam também a saudavel HIDROTERAPIA ( Kneipp ) -   Setembro /2016

O saudavel "pisoteio n'agua fria" que promove a circulação sanguínea, fortalece as veias,age contra pernas quentes,
promove o sono se aplicado à noite, alivia a enxaqueca, estimula o metabolismo, fortalece o sistema imunológico etc.



Parte do Lago (agua de fonte) pavimentado em nivel (mais raso) é reservado para caminhar
The left part of the lake
(behind the red line), shallow with apropiate depth is reserved for walking - "Wassertreten"

                    
Tardes da leitura - Calendarios Temas-2015
 Relação livros disponíveis - 2013
Inicio

Praticam a CAMINHADA na agua por tempo limitado                                      Foto:Samuel H.Reimberg

                                              CAMINHAM   descalços   em direção ao LAGO                                     Foto:Samuel H.Reimberg



Aproveite
as "tardes de leitura conjunta", no primeiro sábado de cada mes,
das  14:30 às 17:30 na fazenda Castanheiras.
Informações
com D. Silvania: (11) 3258 4635

ORIGEM:
     Sacerdote desenganado pelos médicos viveu mais de 50 anos “além do prazo previsto pelos mesmos” graças ao seu próprio tratamento natural

Apelidado de “médico da água“, o padre bávaro (Bavaria - Sul da Alemanha) Sebastian Kneipp (1821-1897) demonstrou várias propriedades curativas desse tesouro da natureza, cujo poder constitui o pilar mais importante da filosofia sobre saúde humana que ele desenvolveu no final do século XIX e que continua sendo levada em consideração até hoje como exemplo de medicina natural.

    “A água é a minha melhor amiga e continuará sendo até a minha morte”, afirmava o sacerdote fitoterapeuta e hidroterapeuta que, aos 25 anos de idade, tinha adoecido gravemente de tuberculose e chegara a ser desenganado pelos médicos.                  Com a saúde piorando cada vez mais, ele um dia descobriu os estudos sobre hidroterapia de um pioneiro alemão, o doutor J. H. Hahn (1696-1773) – e ficou profundamente impressionado.

     Sem nada a perder, ele resolveu experimentar a técnica de submergir brevemente nas águas frias do rio Danúbio e depois fazer uma corrida, também breve. Repetiu essa prática durante os dias seguintes e a complementava com outros banhos parciais, vertendo água sobre uma determinada parte do corpo em temperaturas que variavam segundo o propósito curativo e secando-se imediatamente com movimentos do próprio corpo.

    Os resultados que o próprio padre Kneipp sentiu foram assombrosos. Basta dizer que ele viveu mais de 50 anos “além do prazo” que os médicos tinham lhe dado, recuperando a vitalidade e a saúde contra todos os prognósticos. Seu estado de saúde não parou de melhorar até a completa recuperação.

Prevenção e tratamento mediante a água fria

   O padre Kneipp continuou estudando e experimentando os benefícios da água para restabelecer a saúde e para fortalecer o corpo a fim de fazê-lo resistir melhor a enfermidades. Ele usava a água em temperaturas que variavam do quente ao frio conforme cada tipo de doença, mas, na maioria dos casos, recomendava a água fria.

   O princípio é simples: a contração dos vasos sanguíneos ao contato com a água fria, seguida rapidamente da sua dilatação mediante o aquecimento provocado pelo exercício físico, estimularia a corrente sanguínea, o sistema nervoso e o metabolismo, ajudando as defesas naturais e revitalizando o organismo como um todo. Se feita com regularidade, a hidroterapia protegeria o sistema imunológico no longo prazo e ajudaria o corpo a ativar a sua própria capacidade de cura.

   Depois de experimentá-lo consigo mesmo, o padre foi aperfeiçoando o método e passou a aplicá-lo em pacientes.

   Os bons resultados o tornaram famoso, mas também atraíram as animosidades de médicos e farmacêuticos reticentes a esse tratamento rápido e gratuito. Havia dias em que o padre tinha 150 pacientes – e ele chegaria a tratar o próprio Papa Leão XIII.

Os 5 pilares do método Kneipp

    Convencido de que “a natureza é a melhor farmácia” e de que um estilo de vida em harmonia e equilíbrio com a natureza é indispensável para o bem-estar duradouro, o padre Kneipp desenvolveu uma filosofia complexiva sobre a saúde humana, baseando-se em 5 pilares inseparáveis:

1.     a água, que é o pilar mais importante;

2.     as plantas e seu uso medicinal;

3.     a alimentação “simples e sadia”;

4.     o exercício físico regular e sem excessos

5.     e o equilíbrio interior, a respeito do qual ele mesmo testemunha: “Só obtive resultados positivos quando levei a alma em consideração”.

   O equilíbrio destes cinco pilares é imprescindível para uma vida plenamente saudável.

Método simples, natural e econômico

   O método Kneipp é bastante popular até hoje na Alemanha e na Suíça, onde existem centros de tratamento especializados.

   Em seu método de hidroterapia, o padre Kneipp menciona 130 usos da água conforme a doença que se deseja tratar e também como prevenção, a fim de conservar a saúde e fortalecer o sistema imunológico.

   O tratamento é simples, mas exige constância: “Todo o mundo quer permanecer saudável e viver muito tempo, mas poucos querem fazer algo para conseguir este objetivo”, observava o sacerdote.

   Também exige bom senso e cuidados, como regular a temperatura da água conforme cada propósito curativo; manter o corpo e o ambiente aquecidos antes e depois de aplicar a água fria; não ficar muito tempo em contato com a água, principalmente quando é usada fria (quanto mais fria, menos deve durar a aplicação), e reaquecer-se rapidamente após a aplicação da água fria. Em vez de secar-se com uma toalha, o padre recomendava secar-se com as mãos ou agitar braços e pés, movimentos que geram calor natural e prolongam a reação do organismo. O pe. Kneipp também recomendava aplicar a água fria (entre 0ºC e 18ºC) de duas a três vezes por semana sobre as partes do corpo que se desejassem tratar.

   Usos muito simples e corriqueiros do vertimento de água fria podem aplicar-se, por exemplo, a casos como pernas cansadas e estresse. Banhar os pés alternando entre água fria e quente melhora o sono, enquanto banhar os braços com água fria ajuda a estimular o organismo e aplacar a fadiga.

    Obviamente, casos de enfermidade mais específica, grave ou crônica exigem a consulta a um médico, bem como quaisquer outros casos em que se tenha dúvida sobre eventuais contraindicações relacionadas à temperatura da água.